Autor

Jorge Faustino

Data: 13/09/2021

Lance de interpretação

Primeiro facto: foi Coates o promotor do contacto ao esticar o braço esquerdo, colocando a mão no cotovelo do braço direito de Pepe.

Segundo facto: após este primeiro contacto, Pepe elevou o braço, acertando com a mão na zona do queixo do central do Sporting.

A discussão centra-se assim, não nos factos que são óbvios, mas na intenção da ação de Pepe. Em lance de interpretação, a que eu faço vai no sentido de que, não sendo um movimento inadvertido (Pepe ao ser agarrado forçou claramente o braço para se libertar), o facto de a mão acabar por acertar na cara de Coates terá sido fortuito e consequência desse contacto inicial. Aceito e percebo outras opiniões e argumentos. A maior parte dos lances de contacto são assim, cinzentos.

Fonte: Record