Autor

Jorge Faustino

Data: 20/01/2021

Querem expulsões?

Pizzi, Pepe, Nuno Tavares, Marega, Vertonghen e Marchesin são os jogadores que poderiam ter sido expulsos por acumulação de amarelos no Porto – Benfica da última jornada. Isto tendo por base um critério disciplinar apertado e uma soma simples e descontextualizada de infrações que cometeram. (Haters usem este parágrafo para me atacar)

Mas a verdade é mesmo esta: para além dos casos mais mediáticos de Pizzi e Nuno Tavares, que cometeram várias faltas merecedoras de cartões amarelos, também Pepe e Vertonghen cometeram faltas em que acertaram com braço na face de adversários em situações facilmente enquadráveis como negligentes, Marega protestou várias vezes com o árbitro de forma clara e evidente e Marchesin saiu da sua baliza para se envolver num conflito junto de um dos bancos. Tudo situações que a lei prevê como motivos para atuação disciplinar.

“Um árbitro que mostre muitos cartões é apontado como fraco. Os bons árbitros são os que sabem gerir os jogos com poucos cartões.” Esta é opinião generalizada… até ao dia em que se muda o discurso apenas porque dá jeito em determinado jogo…

O Luís Godinho cometeu erros. Faz parte. Quem quiser procurar fantasmas por detrás desses erros… irá sempre encontrá-los. Nada a fazer. Mas o Luís fez uma arbitragem corajosa onde arriscou, mostrou personalidade e confirmou: temos Árbitro!

Fonte: Record