As regras que Wenger propõe para mudar o jogo

Arsène Wenger revelou que tem algumas ideias que gostava de testar no futebol. Nomeadamente, algumas mudanças nas regras que mudariam, certamente, o jogo. O francês, responsável pelo departamento de desenvolvimento da FIFA, explicou-as ao L’Equipe.

Uma delas é o sempre polémico fora de jogo. «Gostava que a regra fosse, não há fora de jogo desde que qualquer parte do corpo com que possa marcar golo esteja em linha com o defesa», disse.

Ou seja, uma mudança significativa e inversa ao que diz a Lei no momento. Um jogador está em posição irregular se qualquer parte do corpo com que possa marcar golos [exclui-se mãos e braços, portanto] esteja adiantada em relação ao penúltimo defesa.

Mais radical, porém, é o que Wenger gostava de fazer com os lançamentos laterais. «A cinco minutos do fim, essa situaçao devia ser uma vantagem para quem repõe a bola, mas nos lançamentos laterais tem-se a oposição de dez jogadores de campo, enquanto tu só tens nove», disse. «Isso mostra que oito em cada dez situações deste tipo tu perdes a bola. Pelo menos na tua metade do campo, devias poder repor a bola com o pé», acrescentou.

Cantos e pontapés livres? Wenger também tem ideias. Nos primeiros, diz que deviar ser possível «continuar a jogar-se se a bola, quando é ‘cruzada’, sair e voltar a entrar», com o argumento de que isso «cria mais oportunidades de golo» no jogo. «Nos pontapés livres, podia existir a opção de um jogador marcar rapidamente o livre para si próprio», comentou.

Fonte: TVI24

Mais Notícias

Ver Todas