FIFA multa Espanha e Holanda por indisciplina na final do Mundial 2010

A FIFA multou as federações de Espanha, nova campeã do Mundo, e da Holanda devido ao mau comportamento disciplinar dos seus futebolistas na final do Mundial2010, disputada em 11 de Julho, anunciou hoje o organismo.
A federação holandesa vai ter de pagar uma multa de 15 000 francos suíços (10 900 euros), depois de oito dos seus jogadores terem visto o cartão amarelo na final de Joanesburgo e de o defesa John Heitinga ter sido expulso, após uma segunda admoestação.


O árbitro inglês Howard Webb mostrou o cartão amarelo por cinco vezes a jogadores espanhóis, o que levou a FIFA a multar a federação espanhola em 10 000 francos suíços (7300 euros).

O regulamento disciplinar da FIFA prevê que uma federação seja multada quando pelo menos cinco dos seus jogadores vêm o cartão amarelo num mesmo jogo.

A Espanha conquistou o título mundial pela primeira vez, ao ganhar a final disputada no estádio Soccer City por 1-0, com um golo marcado no prolongamento por Andrés Iniesta quando a selecção da Holanda já estava reduzida a 10 elementos.

O encontro fixou um novo recorde de número de cartões amarelos mostrados numa final do Campeonato do Mundo, ultrapassando os seis da final do Mundial México1986, quando a Argentina derrotou a República Federal da Alemanha por 3-2.

A final foi ainda o encontro mais indisciplinado do Mundial2010. Até aí, o encontro com mais cartões mostrados -- nove amarelos e um vermelho directo - tinha sido o Chile-Suíça, da segunda jornada do Grupo H.

No que diz respeito aos prémios pela participação no Mundial, a FIFA pagou à Espanha 22,6 milhões de euros e à Holanda 18,1 milhões

Fonte: Lusa