Mais uma agressão a um árbitro… triste este nosso futebolzinho

Árbitro agredido numa partida de futebol cuja receita revertia para a reconstrução da casa de jogador do Vila Real
Cerca de 500 pessoas assistiram, ontem à tarde, ao jogo entre o SC Vila Real e a AD Oliveirense a contar para a III Divisão, cuja receita reverteu a favor de Ernesto Correia, atleta do clube transmontano que no início deste ano ficou sem casa, num incêndio.
Contudo, a partida não acabou da melhor maneira. Aos 94’, a Oliveirense empatou (1-1) o jogo, num golo contestado pelos homens da casa. Alguns jogadores do Vila Real agrediram o árbitro, ainda no interior do campo, tendo sido obrigado, já com ajuda da GNR, a recolher aos balneários.
A revolta dos adeptos ainda causou danos na porta do balneário do juiz da partida.
O jogo, que começou às 15h00, não chegou ao fim e o árbitro Rui Oliveira, do Porto, apenas saiu – escoltado – do estádio às 18h30.
Apesar dos incidentes, o jogo teve uma afluência superior ao habitual, em muito devido ao facto de ter um objectivo solidário. A receita que será entregue ao atleta deverá rondar os 2500 euros.

in: Correio da Manhã