Árbitros e Delegados receberam novas directrizes para tentar evitar novos casos de túneis



A Liga de Clubes pretende evitar a repetição de incidentes nos túneis como os ocorridos na época anterior nos jogos Sp. Braga-Benfica e Benfica-FC Porto. E para tal, estabeleceu na presente temporada novas regras para os árbitros e delegados.
Assim, a partir de agora os jogos são classificados em três níveis: risco elevado (grau 1), risco médio (grau 2) e risco normal (grau 3). A definição do grau de risco dos encontros é estabelecida pela Liga, que a comunica aos árbitros e delegados. Assim, os juízes terão de chegar aos estádios entre 2 horas a uma hora e meia antes dos jogos, mediante a sua importância. As reuniões entre os juízes e os delegados variam entre as seis horas de antecedência (grau 1 em local a definir), duas horas (grau 2) e uma hora (grau 3). Os delegados (um fica no relvado e outro no camarote) também têm regras diferentes. O elemento que fica no camarote desce ao balneário 5 minutos antes do intervalo e 10 minutos antes do final, para apoiar o colega que está no relvado e dar conta das incidências na zona dos balneários e nos túneis.

Fonte: Record