Já ouviu falar em Núcleos de Árbitros de Futebol?…

Todos os que lidam minimamente com a arbitragem já terão certamente ouvido falar em Núcleos de Árbitros. Um dos nossos visitantes, João Gaspar, "simples adepto do futebol" como se definiu, colocou-nos a seguinte questão: Já ouvi falar em Núcleos de Árbitros de Futebol, o que são e qual o seu papel na arbitragem portuguesa?
Buscámos junto da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol aquela que seria a melhor resposta para esta questão e assim esperamos elucidar o João Gaspar e outros que tenham as mesmas dúvidas.
Núcleos de Árbitros de Futebol
O objectivo principal da criação de um qualquer Núcleo é uma constante e permanente actualização, desenvolvimento e aperfeiçoamento técnico de todos aqueles árbitros que vierem a assistir às suas sessões, que podem ser técnicas ou de debate com outros agentes ligados à estrutura do futebol.
São grupos já com um bom espírito de funcionamento onde se ensina e aprende e se trocam ensinamentos e experiências. Afinal este trabalho de grupos de árbitros que regra geral não são muitos numerosos, contribui para que se estabeleça um maior e melhor conhecimento e relacionamento entre colegas da arbitragem aglutinando-os em torno de um projecto com dinâmica.
Os Núcleos são pólos de dinamização das actividades de arbitragem e excelentes locais para que os árbitros se desenvolvam tecnicamente. Já não falando nos colegas mais velhos, os Núcleos serão para os árbitros mais jovens locais privilegiados onde se começarão a valorizar após o exame final. Nestas estruturas tomam conhecimento de casos práticos que semanalmente acontecem, debatem problemas e questões que não tiveram oportunidade de ver mencionadas ou discutidas antes.
Em suma, os Núcleos de Árbitros são um excelente suporte para o desenvolvimento da arbitragem e para a sua união e dignificação.

Consulte a listagem de Núcleos de Árbitros existentes.