Del Piero viu o vermelho no túnel, mas era só uma prenda



Ver um cartão vermelho nem sempre é má notícia. No caso de Alessandro del Piero até foi motivo de satisfação. O jogador da Juventus viu a indesejada cartolina no final do jogo com o Manchester City, mas não foi expulso. Era apenas uma prenda. 


A história, contada na primeira pessoa:
«O ideal é ficarmos o mais longe possível de um cartão vermelho, mas nem sempre. Nunca tal me tinha acontecido. Estádio Cidade de Manchester.
O jogo tinha terminado, e cumprimentamo-nos no centro do relvado, um a um, em ambiente de grande fair play e correcção. Fomos junto do sector destinado aos nossos adeptos e agradecemos o apoio, tal como o City fez. Quando vou a caminho do balneário o árbitro espanhol Eduardo Iturralde Gonzalez interpela-me. Cumprimenta-me outra vez. Ele sorri e diz-me: És um jogador correcto, fizeste um grande jogo e marcaste um grande livre. Quero dar-te uma prenda. Nessa altura ele saca do cartão vermelho e mostra-me, como se me estivesse a expulsar (felizmente, isso não aconteceu em campo), e depois dá-mo. Fiquei positivamente surpreendido. 
Disse-lhe então: Obrigado, mas não chega. Quero que assine


Fonte: Mais Futebol