Apito Dourado – Valentim e João Loureiro absolvidos no caso Boavista-Est. Amadora



Valentim Loureiro, João Loureiro, Jacinto Paixão (árbitro), José Alves (observador) e Pinto Correia (responsável pela arbitragem) foram absolvidos no processo do Apito Dourado relativo ao jogo do Boavista com o Estrela da Amadora de 3 de Abril de 2004. O antigo presidente da Liga de Clubes de Futebol Profissional quer que a investigação seja avaliada.

A magistrada judicial não condenou nenhum dos arguidos por considerar que o Ministério Público, responsável pela acusação, o fez baseado em presunções e suposições e não em factos que conseguisse provar na audiência de julgamento.

No processo Apito dourado julgado no Tribunal de Gondomar foram extraídas 17 certidões que deveriam dar origem a outros tantos processos visando o apuramento de eventuais responsabilidades nos indícios aí relevados de ilícitos criminais.


Fonte: RTP