PJ suspeita de armadilha a árbitro assistente José Cardinal


A casa e empresa do vice-presidente do Sporting, Paulo Pereira Cristóvão, foram hoje alvo de buscas. A Judiciária suspeita de uma armadilha ao árbitro José Cardinal, o que motivou também a presença de inspetores da Unidade Nacional de Combate à Corrupção na sede do clube de Alvalade.
Segundo o "Diário de Notícias", as investigações da PJ ao depósito de dois mil euros na conta do árbitro assistente José Cardinal, dias antes do jogo dos quartos de final da Taça de Portugal entre Sporting e Marítimo (em dezembro de 2011), fizeram suspeitar que Paulo Pereira Cristóvão tenha concebido uma armadilha ao árbitro assistente.
Avança o "DN" que uma pessoa com ligações profissionais à empresa de Paulo Cristovão, a Primus-Lex, terá ido à Madeira e efetuado o depósito na conta de José Cardinal.

Fonte: Expresso